Quinta, 29 de Julho de 2021 08:45
(67) 981719389
Paraguai PARAGUAI

Paraguai ainda não chega a 50 mil vacinados e a lentidão torna-se avassaladora

Mais de um mês após o início do programa de vacinação no país, até o momento existem menos de 50.000 pessoas vacinadas contra a Covid-19.

12/04/2021 11h37 Atualizada há 4 meses
146
Por: Redacao Fonte: UH-PY
O Paraguai continua esperando por mais vacinas contra o coronavírus. Foto: Arquivo UH.
O Paraguai continua esperando por mais vacinas contra o coronavírus. Foto: Arquivo UH.

A lentidão no processo de vacinação torna-se avassaladora enquanto números históricos de mortes e infecções por Covid-19 são registrados no Paraguai. O cadastro do Ministério da Saúde indica que apenas 49.043 pessoas receberam as primeiras doses.

Dois meses se passaram desde a chegada do primeiro lote de vacinas, mas até agora não foi possível vacinar os 75 mil funcionários de colarinho branco que estão na linha de frente da batalha.

O que mais. A chegada e autorização para o uso emergencial das vacinas Indian Covaxin revelaram que a carteira de saúde ainda não contava com um sistema eficiente de agendamento de plantão para recebimento de biológicos.

O Governo reconhece atrasos

A Dra. Lida Sosa, vice-ministra da Reitoria e Vigilância Sanitária, admitiu a morosidade do processo no final de semana.

No sábado, o ministério da saúde começou a vacinar os idosos que estão em asilos e os que não podem se mudar. No entanto, o programa de vacinação enfrenta obstáculos crescentes.

Um dos principais inconvenientes é a escassez de doses contra o coronavírus que já chegaram ao país. O governo optou pelo mecanismo Covax que não funcionou. Por esse motivo, ele foi forçado a pesquisar vacinas por outros meios.

O mecanismo de distribuição global despachou apenas um primeiro lote de 36.000 vacinas AstraZeneca para o Paraguai. Embora muitos já tenham sido utilizados, agora o Ministério da Saúde decidiu suspender seu pedido em menores de 55 anos e naqueles com patologias predispostas à trombose, devido a possíveis efeitos adversos.

Enquanto a Covax atrasa cada vez mais o fornecimento de um segundo lote, outros biológicos chegam ao país por conta-gotas, a maioria deles resultado de doações de países parceiros.

Em busca da vacina

Coincidindo com o atraso na chegada das vacinas e no processo de imunização, a Diretoria de Migração registra um aumento de 80% no número de passageiros com destino aos Estados Unidos, o que sugere que muitos recorrem ao chamado "turismo de vacinação".

Embora a realidade do Paraguai seja avassaladora, no Uruguai 1 milhão de pessoas já foram vacinadas em um processo que começou em 12 de março. Na Bolívia, eles já ultrapassaram a faixa de 400.000, para citar alguns exemplos de países da região.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.