Segunda, 10 de Maio de 2021 00:43
(67) 981719389
Dólar comercial R$ 5,23 -0.93%
Euro R$ 6,36 -0.08%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.94%
Bitcoin R$ 327.957,61 +2.888%
Bovespa 122.038,11 pontos +1.77%
Porto Murtinho PORTO MURTINHO

Governo do Paraguai adia licitação da ponte entre Porto Murtinho e Carmelo Peralta para destinar recursos à Saúde

O Presidente da República, Mario Abdo Benítez, anunciou nesta quarta-feira o adiamento da licitação da ponte entre Carmelo Peralta e Porto Murtinho, para destinar esses recursos ao Ministério da Saúde Pública no quadro da crise sanitária provocada pela Covid- 19

14/04/2021 09h08 Atualizada há 3 semanas
556
Por: Redacao Fonte: Porto Murtinho Notícias/ UH-PY
Mario Abdo Benítez falou esta quarta-feira em conferência de imprensa
Mario Abdo Benítez falou esta quarta-feira em conferência de imprensa

O presidente Mario Abdo Benítez anunciou em entrevista coletiva que a construção da ponte que liga a cidade chaquenha de Carmelo Peralta a Porto Murtinho, no Brasil , será adiada .

A decisão do Poder Executivo vem um dia depois de a Câmara dos Deputados rejeitar o projeto de lei que destina o uso dos fundos sociais de empresas binacionais no combate à Covid-19. Foram os colorados que se opuseram.

O chefe de estado mencionou que a obra teve uma destinação de recursos pela margem direita da Itaipu Binacional, de US $ 30 milhões previstos para investimento neste ano.

“ Levando em consideração as possíveis necessidades do nosso sistema de saúde e priorizando o que hoje é para todos os paraguaios, dei a instrução de adiar a licitação para a construção da ponte e priorizar esses recursos para o Ministério da Saúde ”, expressou o chefe de Estado.

Abdo Benítez mencionou que o orçamento já está disponível "caso seja feito algum tipo de investimento nestes meses" em que "certamente" haverá uma grande procura de insumos e medicamentos, disse.

“Vamos reavaliar a continuação do processo licitatório para a construção da ponte no final de junho ou primeiros dias de julho e, se precisarmos usar 100% dos recursos, que são cerca de US $ 30 milhões , o que está sendo destinado para a construção podemos até adiar para o ano que vem ”, garantiu.

A planejada ponte sobre o rio Paraguai seria a terceira entre o Paraguai e o Brasil. Em junho do ano passado foi assinado o contrato com o consórcio Prointec, formado pelas construtoras Intec SA, Prosul LTDA e Innovación y Excelencia SA.

Colorados rejeitam uso de fundos sociais de Itaipu e Yacyretá

O projeto apresentado pela oposição na Câmara dos Deputados e rejeitado no Legislativo buscava destinar o fundo social das binacionais ao Ministério da Saúde.

Seu objetivo era permitir a compra em larga escala de insumos e medicamentos, evitando que o paciente tivesse que arcar com as despesas do bolso. No entanto, uma maioria vermelha enterrou esse documento.

Em vez disso, foi aprovado um projeto oficial com maior burocracia, que obriga o paciente a financiar do bolso os medicamentos e os estudos contra o coronavírus e, posteriormente, apresentar a nota fiscal para que devolvam o valor dos medicamentos adquiridos nas farmácias privadas.

O Governo apresentou também nesta terça-feira a implementação do subsídio Pytyvõ Medicamentos, que visa ajudar familiares de doentes internados em Cuidados Intensivos para Covid-19 a terem acesso a insumos que faltam no sistema público de saúde.

O pior momento da pandemia

O Paraguai se encontra em seu pior momento da pandemia do Covid-19 com a ocupação de 100% de leitos públicos e privado, com a falta de insumos e medicamentos nos hospitais e a escassez de vacinas para imunizar em massa a a população.

Além disso, a taxa semanal de mortalidade causada pelo vírus aumentou. Um novo recorde de 89 mortes em um dia foi registrado na terça-feira.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.