Segunda, 10 de Maio de 2021 01:04
(67) 981719389
Cidades MIRANDA MS

Prefeito de Miranda morre de covid após seis semanas internado

Edson Moraes estava desde o dia 19 de março e ficou intubado nos hospitais El Kadrid e Universitário - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

01/05/2021 22h15
66
Por: Redacao Fonte: Nyelder Rodrigues
Edson Moraes ficou internado em um hospital particular em Campo Grande — Foto: Assomasul/Reprodução
Edson Moraes ficou internado em um hospital particular em Campo Grande — Foto: Assomasul/Reprodução

Morreu no início da tarde deste sábado (1º) Edson Moraes (PSDB), prefeito de Miranda - cidade localizada a 201 km de Campo Grande - eleito no último pleito, disputado em outubro de 2019. Ele estava internado em decorrência da covid-19 no Hospital Universitário, mas chegou a passar por internação no El Kadrid. Edson estava lutando pela vida há seis semana intubado por complicações causadas pela doença.

Embora já livre do vírus, outros problemas de saúde causados pela fragilidade que a covid traz ao corpo fez com que ele seguisse com comprometimento pulmonar e precisasse da intubação. Por ora, não há informações sobre a causa exata da morte.

No dia 19 de março, Edson foi transferido para Campo Grande com quadro estável e, até então, sem gravidade. Contudo, a situação evoluiu. No fim do mês, ainda houve uma tentativa de extubação do prefeito, mas o quadro da infecção piorou e Edson teve que se manter com a ajuda do aparelho de respiração.

Edson era presidente da Câmara Municipal de Miranda e prefeito interino - assumiu no lugar da cassada Marlene Bossay - quando em 2019 concorre e venceu as eleições suplementares. Em novembro de 2020, ele se reelegeu ao cargo com ampla aprovação popular, conquistando 82% dos votos válidos na cidade.

O prefeito tinha 60 anos e, no Facebook, recebeu homenagens, entre elas de seu atual secretário de Esporte e Lazer, Ketson Aguiar. "Obrigado por ter sido um amigo e um pai para mim, te amo meu amigo, de todo meu coração", escreveu em parte da homenagem.

Afastado também por questão de saúde não revelada, o vice-prefeito Fabio Florença (PDT) retornou neste sábado ao cargo e é quem vai assumir o comando da prefeitura daqui por diante. O presidente da Câmara, André Vedovato (PDT), assim retorna ao seu posto como líder dos vereadores da cidade.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.