Domingo, 17 de Outubro de 2021
20°

Poucas nuvens

Porto Murtinho - MS

Cidades MARACAJÚ MS

Frigorífico em Maracaju é reativado e recebe autorização para vender em todo o País

Frigorífico que tem capacidade de abater 200 cabeças de gado por dia e deve gerar 150 empregos

17/05/2021 às 15h10
Por: Redação Fonte: Alicia Miyashiro
Compartilhe:
Representantes avaliaram estrutura da indústria no início deste ano - Divulgação
Representantes avaliaram estrutura da indústria no início deste ano - Divulgação

O frigorífico RRX localizado, no município de Maracaju, foi reativado após três anos e recebeu o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA) na última quarta-feira (12), que habilita a indústria para comercializar à todo o país.

A unidade já estava habilitada para abater e comercializar no município e agora poderá ampliar para todo o território nacional.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico no Governo do Estado (Semagro), Jaime Verruck junto com o Superintendente de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Produção e Agricultura Familiar, Rogério Beretta e o diretor-presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do MS (Iagro), Daniel Ingold visitaram a cidade.

Na ocasião, avaliaram e alinharam a estrutura da unidade para as possíveis ações em sua reativação. O frigorífico tem capacidade para abater 200 cabeças de gado por dia.

De acordo com o arrendatário da planta e empresário Rodrigo Gonçalves Rodrigues, as expectativas são para que nos próximos dias o frigorífico atue com sua capacidade total, gerando 150 empregos diretos e 100 indiretamente.

Indústria de celulose

Mato Grosso do Sul também terá uma nova fábrica de produção de celulose. 

A Suzano confirmou nesta quarta-feira (12) a  construção de uma nova fábrica que será a maior linha única de produção de celulose do mundo.

Com investimentos de R$ 14,7 bilhões, a estimativa é gerar 13 mil empregos desde a fase de construção até o funcionamento do núcleo industrial.  

A fábrica com capacidade para produzir 2,3 milhões de toneladas de celulose de eucalipto por ano será construída no município de Ribas do Rio Pardo, a 100 quilômetros de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

A Suzano estima que a produção seja iniciada até o fim do primeiro trimestre de 2024. A iniciativa foi batizada de “Projeto Cerrado”, em referência à sua localização geográfica em Mato Grosso do Sul.

A fábrica amplia em aproximadamente 20% a atual capacidade de produção de celulose da Suzano, de 10,9 milhões de toneladas.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Maracajú - MS
Sobre o município
Porto Murtinho - MS Atualizado às 03h30 - Fonte: ClimaTempo
20°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 30°

Seg 29°C 19°C
Ter 35°C 22°C
Qua 37°C 24°C
Qui 37°C 24°C
Sex 35°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete