Quinta, 05 de Agosto de 2021 14:58
(67) 981719389
Campo Grande DESAPARECIDO

VÍDEO: Mãe faz apelo para encontrar filho desaparecido há 13 dias em MS

Homem mora em Campo Grande e desapareceu ao ir realizar serviço no interior do Estado

21/07/2021 12h06 Atualizada há 2 semanas
249
Por: Redacao Fonte: Dayene Paz
Vítima está desaparecida desde o dia 8 de julho - Imagem: Divulgação
Vítima está desaparecida desde o dia 8 de julho - Imagem: Divulgação

Em vídeo publicado em redes sociais, a família de Aunaurelino Ricaldes, de 51 anos, desaparecido desde o dia 8 de julho, em Maracaju, a 158 quilômetros de Campo Grande, fez um apelo para quem tiver informações sobre o paradeiro do homem. O desaparecimento é investigado pela DEH (Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes de Homicídio). Dois amigos, os últimos a verem Aunaurelino, foram presos por tráfico de drogas na semana passada.

No vídeo, a mãe de Aunaurelino, Tereza Eustáquio Ricaldes, relata a angústia por respostas. "A polícia está agindo, mas nós não temos ainda uma resposta. Eu sou mãe, estou preocupada, agoniada, eu gostaria de ter uma resposta. Quem tiver informações, por favor entre em contato", pede Tereza.

A irmã do desaparecido, Tânia Recaldes, contou que a família mora em Campo Grande e Aunaurelino é casado. A última vez que viram a vítima foi na quinta-feira, 8 de julho. "Na quinta-feira ele passou aqui às 10 horas da manhã, minha mãe deu dinheiro pra ele abastecer o carro, porque iria para Maracaju", conta a irmã.

Nesse dia, Anaurelino estava acompanhado de Elisvaldo Cruzarolli Guimarães, de 40 anos, com quem tem uma amizade de mais de 10 anos, e também com Cauan Castro Cavalcante, de 18 anos. O trio sempre viaja junto, iria fazer um serviço de elétrica e vender o carro da vítima, um Nissan Tida de cor preta, em Maracaju. No entanto, apenas Elisvaldo e Cauan voltaram para Campo Grande.

Elisvaldo conta que, na cidade de Maracaju, teriam usado drogas, quando Aunaurelino chegou a dirigir na contramão. Elisvaldo diz que, então, decidiu deixar o carro do amigo e seguiu com Cauan, de ônibus, para a Capital. Os dois estavam sem dinheiro e documentos.

Prisão por tráfico

Durante investigações sobre o desaparecimento de Aunaurelino, policiais da DEH prenderam Elisvaldo e Cauan por tráfico de drogas, em Campo Grande. A equipe investigava o desaparecimento de Aunaurelino e tinha informações de que Elisvaldo foi a última pessoa a ter contato com a vítima. Ainda, conforme a polícia, contra Elisvaldo havia mandado de prisão em aberto pela Justiça Federal.

De posse dessas informações, os policiais foram até a residência de Elisvaldo, no Jardim Aeroporto, na Capital, já conhecida por funcionar como boca de fumo. Ao ver a polícia, Cauan foi flagrado correndo para dentro da casa e tentou dispensar algo.

Dentro da casa, estavam Elisvaldo e uma mulher com seus três filhos. Após prenderem Elisvaldo por conta do mandado em aberto, os policiais revistaram a casa e encontraram porções de cocaína. Cauan e Elisvaldo, então, foram presos por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Eles se encontram presos preventivamente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.