Quinta, 05 de Agosto de 2021 12:36
(67) 981719389
Geral Mato Grosso do Sul

Com quedas na taxa de ocupação de leitos, Estado registra 96 vagas para Covid-19

Mato Grosso do Sul vem registrando queda no número de casos novos nos últimos 21 dias e o reflexo já pode ser sentido na fila de espera das Centrai...

22/07/2021 16h25
71
Por: Redacao Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Mato Grosso do Sul vem registrando queda no número de casos novos nos últimos 21 dias e o reflexo já pode ser sentido na fila de espera das Centrais de Regulação do Estado e de Dourados. Nesta quinta-feira (22), o Estado conta com 96 vagas de leitos de UTI Covid adulto disponíveis para a população pelo SUS. A Central de Regulação de Campo Grande ainda possui pacientes à espera de uma vaga.

Segundo levantamento realizado pela Secretaria de Estado de Saúde, o CORE – Módulo de Urgência Estadual e a Central de Regulação de Dourados, zeraram a fila de pacientes aguardando por uma vaga de leitos de UTI Covid adulto. Campo Grande ainda enfrenta dificuldades e possui 30 pacientes aguardando por uma vaga de UTI Covid adulto.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a estruturação de leitos de UTI adulto nos municípios do Interior fez com que esses pacientes fossem absorvidos e ao mesmo tempo ampliado o serviço de alta complexidade no Estado.

“Os números positivos refletem os esforços do Governo do Estado junto aos 79 municípios para garantir este enfrentamento à Covid-19. Mas apesar dos bons resultados, não podemos abrir mão dos cuidados com a biossegurança: usar máscaras, higienizar as mãos, manter o distanciamento físico, além de evitar aglomerações. E se chegar a sua vez, vacine”!, pontua o secretário.

Geraldo ainda destaca o resultado quanto a imunização da população do Mato Grosso do Sul. “Continuamos sendo exemplo para o país. A grande quantidade de doses aplicadas reflete o nosso trabalho árduo em vacinar os sul-mato-grossenses. Graças ao empenho de todos, em breve vamos atingir a imunidade coletiva contra a Covid-19”.

Taxa de Ocupação de Leitos

Quanto ao percentual de leitos ocupados, três macrorregiões apresentam redução neste indicador. A macrorregião de Dourados apresenta redução e registra 47% na taxa de ocupação de leitos de UTI adulto. A macrorregião de Corumbá também segue na mesma linha e registra 45% na taxa de ocupação de leitos de UTI adulto. Já a macrorregião de Três Lagoas apresenta índices satisfatório com o registro de 50% na taxa de ocupação de leitos de UTI adulto.

Por outro lado, a macrorregião de Campo Grande ainda permanece em sinal de alerta e registra 73% na taxa de ocupação de leitos de UTI adulto. O índice é impulsionado pelo município de Campo Grande que mantém alta na taxa de ocupação com índice de 91% na taxa de ocupação de leitos de UTI Covid adulto. Desta forma, a Capital ainda possui pacientes na fila de espera sendo diferente dos demais municípios que compõem a macrorregião de Campo Grande que já zeraram a fila de espera.

Rodson Lima, SES

Foto: Saul Schramm

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.