Terça, 28 de Setembro de 2021
31°

Poucas nuvens

Porto Murtinho - MS

Porto Murtinho CASO NATHÁLIA

Julgamento do Casal acusado de assassinar Nathalia Alves Corrêa, acontece hoje em Porto Murtinho

Devido ao julgamento, a Polícia Militar fará a interdição da rua 13 de Maio entre as ruas Coronel Pinto e Avenida. Laranjeiras, o bloqueio será feito a parti das 7:00hs da manhã.

03/09/2021 às 06h30 Atualizada em 03/09/2021 às 10h46
Por: Redação Fonte: Porto Murtinho Notícias
Compartilhe:
Devido ao julgamento, a Polícia Militar fará a interdição da rua 13 de Maio entre as ruas Coronel Pinto e Avenida. Laranjeiras, o bloqueio será feito a parti das 7:00hs da manhã. (Foto: Edicarlos Oliveira)
Devido ao julgamento, a Polícia Militar fará a interdição da rua 13 de Maio entre as ruas Coronel Pinto e Avenida. Laranjeiras, o bloqueio será feito a parti das 7:00hs da manhã. (Foto: Edicarlos Oliveira)

O julgamento do casal José Romeiro e Regiane Marcondes, acusados de assassinar a jovem Nathalia Alves Corrêa, está previsto para ocorrer nesta sexta-feira 3, na Comarca de Porto Murtinho. No dia 13 de agosto, o julgamento foi adiado e o júri popular foi remarcado para hoje com previsão de iniciar às 8:30h com duração entre 12 à 16 horas.

Devido ao protocolo de medidas de biossegurança contra a covid-19, somente familiares poderão adentrar no tribunal de júri. Atualmente, os casais estavam recolhidos em presídios da Capital. Eles estão na cadeia desde 2019, quando foram oficialmente acusados do assassinato de Nathalia, à época com 27 anos.

José Romeiro de 38 anos encontra-se no Presídio de Trânsito anexo ao Presídio de Segurança Máxima. Já Regiane aguarda julgamento no Instituto Penal Feminino Irmã Zorzi, no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande.

Devido ao julgamento, a Polícia Militar fará a interdição da rua 13 de Maio entre as ruas Coronel Pinto e Avenida. Laranjeiras, o bloqueio será feito a parti das 7:00hs da manhã.

Crime foi motivado por ciúmes, diz MP

O Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul (MPE-MS) denunciou à Justiça os envolvidos, em novembro de 2019. Conforme a investigação, eles teriam matado a jovem motivados por ciúmes.

Nathália nasceu em Porto Murtinho, mas morava em Campo Grande com a mãe e a filha, e tinha ido à cidade que faz fronteira com o Paraguai para visitar amigos e familiares. Ela foi vista pela última vez no dia 15 de julho daquele ano ao sair de uma festa para se encontrar com o suspeito, segundo apurado pela Polícia Civil. Os dois teriam um relacionamento amoroso.

Conforme apurado pela polícia, o encontro aconteceu na pousada onde o suspeito era gerente. Lá, ela foi morta e o corpo foi levado para a casa da mulher denunciada. Na residência, o cadáver foi queimado. Os dois suspeitos seriam amantes.

A s cinzas foram colocadas em vasilhames e sacos plásticos e jogadas no rio Paraguai. O local onde houve a queima foi concretado para que não fossem encontrados vestígios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Porto Murtinho - MS
Sobre o município
Porto Murtinho - MS Atualizado às 09h30 - Fonte: ClimaTempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 26° Máx. 38°

Qua 38°C 27°C
Qui 39°C 27°C
Sex 40°C 28°C
Sáb 39°C 27°C
Dom 39°C 29°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete