Terça, 18 de Janeiro de 2022
30°

Poucas nuvens

Porto Murtinho - MS

Porto Murtinho PORTO MURTINHO

Novos portos retomam vocação de Porto Murtinho no caminho da Rota Bioceânica

Murtinho nasceu de porto para escoar a produção no ciclo econômico da erva-mate

21/12/2021 às 16h24
Por: Redação Fonte: Aline dos Santos
Compartilhe:
Logo na entrada da cidade está em fase de construção um terminal logístico, que dará suporte aos portos, com capacidade para 400 caminhões. - Porto Murtinho Notícias
Logo na entrada da cidade está em fase de construção um terminal logístico, que dará suporte aos portos, com capacidade para 400 caminhões. - Porto Murtinho Notícias

Cidade derivada de um porto aberto para escoar a produção de erva-mate da Companhia Matte Larangeira pelo Rio Paraguai, Porto Murtinho, que ganha projeção com a Rota Bioceânica, também vive os planos de uma expansão de portos. O mais antigo vai a leilão, o segundo será ampliado e outros dois devem se instalar às margens do gigante curso de água.

“Nós temos dois portos. Um é o público, que vamos colocar à venda no próximo ano. Ele era concessionado, mas deu caducidade no contrato. O governo vai fazer a venda desse ativo em leilão. O outro porto solicitou ampliação. E temos mais duas solicitações de licenciamento de dois portos, que estão em fase de licenciamento. Ao final desse processo todo, ficariam quatro portos”, afirma o titular da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck.

Na entrada da cidade, terminal logístico vai receber caminhões. (Foto: Henrique Kawaminami)

Logo na entrada da cidade está em fase de construção um terminal logístico, que dará suporte aos portos, com capacidade para 400 caminhões.

Com inicio das operações em fevereiro de 2020, o porto do Grupo FC Cereais leva a soja produzida em Mato Grosso do Sul para San Lorenzo, na Argentina. A viagem descendo o rio demora até sete dias, com comboios formados por 12 a 20 barcaças. Elas retornam a Porto Murtinho vazias. Cada barcaça tem capacidade de carga que varia de 1.500 toneladas a 2.800 toneladas.

No último dia 13, o Rio Paraguai não estava navegável para os grandes comboios. Com o rio baixo, as barcaças podem ser carregadas com no máximo 70% da carga que comportariam quando há melhores condições de navegabilidade. Desta forma, para evitar o chamado "frete morto", a opção é mandar a soja produzida em Mato Grosso do Sul de caminhão até Paranaguá, porto no Paraná.

Segundo Genivaldo, viagem leva até sete dias, com comboios que vão de 12 a 20 barcaças. (Foto: Henrique Kawaminami)

O terminal da FC Cereais planeja expansão. “Temos uma capacidade de movimentação que ainda não atingimos por conta da demanda e a baixa do rio. Mas temos espaço para ampliar e temos também terreno para um segundo terminal”, afirma Genivaldo Santos, gerente de operações portuárias da empresa.

Em 2020, o porto movimentou 265 mil toneladas. Neste ano, foram 250 mil toneladas. “Esse fluxo é dividido conforme a demanda do exportador e a condição de frete hidroviário”, diz o gerente.

Porto Murtinho tem orçamento anual de R$ 80 milhões e deve receber mais 6 mil moradores. (Foto: Henrique Kawaminami)

Um orçamento de investimentos – De acordo com o prefeito Nelson Cintra (PSDB), o município tem orçamento anual de R$ 80 milhões. Esse é o mesmo valor dos investimentos que chegam à cidade de 17 mil habitantes por meio de recursos do governo do Estado e emendas.

“Temos mais de R$ 80 milhões para investir. Vamos ampliar hospital, asfalto, aeroporto. Estamos fazendo licitações. Só em asfalto, serão em torno de R$ 20 milhões para recapeamento e ampliação. Temos dois portos funcionando e mais dois para funcionar. São duas vertentes de desenvolvimento: os portos que vão para o [Oceano] Atlântico e a Rota Bioceânica, que vai para o Pacífico”.

Segundo o prefeito, o município já teve injeção de dinheiro com o aquecimento do mercado de compra e venda de fazendas, que resulta no crescimento da receita do ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis). “E também vamos ter mais competitividade. Já fui procurado por grandes empresas que querem se estabelecer em Porto Murtinho”, diz Cintra.

Hospital de Porto Murtinho entrou no pacote de investimentos e será ampliado. (Foto: Henrique Kawaminami)

O município, que abriga rebanho de um milhão de cabeças de gado, é o segundo maior de MS no quesito território: 17.735 quilômetros quadrados.

A expectativa é que a cidade receba mais cinco mil moradores com a ativação da Rota Bioceânica, que cruza Brasil, Paraguai, Argentina e Chile. Os portos chilenos permitem a exportação pelo Pacífico, com redução de 17 dias de tempo da viagem das mercadorias até a China, principal comprador das exportações de Mato Grosso do Sul.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Porto Murtinho - MS Atualizado às 02h20 - Fonte: ClimaTempo
30°
Poucas nuvens

Mín. 25° Máx. 38°

Qua 39°C 25°C
Qui 38°C 25°C
Sex 38°C 26°C
Sáb 39°C 26°C
Dom 42°C 27°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete