Terça, 18 de Janeiro de 2022
31°

Poucas nuvens

Porto Murtinho - MS

Fronteira FRONTEIRA

Viúva de policial foi morta para cunhado levar herança

Suspeito de assassinato e a ex-sogra da vítima foram presos pela polícia paraguaia

14/01/2022 às 10h39 Atualizada em 14/01/2022 às 17h26
Por: Redação Fonte: Ana Oshiro
Compartilhe:
Maricela ao lado do marido morto em setembro de 2021. (Foto: Direto das Ruas)
Maricela ao lado do marido morto em setembro de 2021. (Foto: Direto das Ruas)

Gerardo Ortega García, de 29 anos, foi preso pela execução da jovem Maricela Rojas Giménez, de 26 anos, assassinada na tarde desta quinta-feira (13), em Pedro Juan Caballero, na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

De acordo com o site Ponta Porã News, a Polícia Nacional do Paraguai descobriu que a mulher foi morta por causa do dinheiro da herança do falecido marido, o policial militar Jorge Ortega García, que tinha 28 anos e foi executado em setembro de 2021.

Em entrevista à imprensa, a agente fiscal Reinalda Palácios revelou que Maricela foi executada por seu cunhado Gerardo Ortega García e que o homem já foi preso. A mãe de Gerardo e ex-sogra da vítima, Sueli Garcia, de 45 anos, também foi presa como cúmplice do crime.

Desde que o marido de Maricela morreu, ela vinha tendo problemas e sofria ameaças dos parentes do falecido, que queriam ficar com parte dos bens do casal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Porto Murtinho - MS Atualizado às 01h19 - Fonte: ClimaTempo
31°
Poucas nuvens

Mín. 25° Máx. 38°

Qua 39°C 25°C
Qui 38°C 25°C
Sex 38°C 26°C
Sáb 39°C 26°C
Dom 42°C 27°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete