Segunda, 13 de Julho de 2020 12:42
(67) 996972768
Cidades FEMINICÍDIO

Após mais de 24 horas foragido, assassino de Aldennir se entrega

Veronil Pereira da Rocha, de 45 anos, afirmou que estava “possuído por um demônio” quando esfaqueou 24 vezes a companheira

28/06/2020 12h15
195
Por: Redacao Fonte: Geisy Garnes e Kerolyn Araújo - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS
Veronil Pereira da Rocha se apresentou a polícia nesta manhã (Foto: Chapadense News)
Veronil Pereira da Rocha se apresentou a polícia nesta manhã (Foto: Chapadense News)

O assassino de Aldennir Clara da Silva, 35 anos, a 18ª vítima de feminicídio em Mato Grosso do Sul neste ano, se entregou a polícia de Chapadão do Sul – a 321 quilômetros de Campo Grande – na manhã deste domingo (28). Veronil Pereira da Rocha, de 45 anos, afirmou que estava “possuído por um demônio” quando esfaqueou 24 vezes a companheira.

O delegado Felipe Machado Potter, responsável pela investigação do caso, explicou que o suspeito esperou passar o período de flagrante para se apresentar. No entanto, o pedido de prisão preventiva já havia sido feito por ele e acatado pelo judiciário, por isso Veronil permanece detido.

Segundo informações do site Chapadense News, o suspeito afirmou ter ficado escondido em bueiros da cidade para não ser encontrado. Alegou também que estava “possuído por um demônio” quando matou a companheira.

O caso ocorreu por volta das 19h30 de sexta-feira (26), durante uma briga entre o casal. Segundo as investigações, quando os dois começaram a discutir, a mulher pegou o celular para pedir socorro, mas foi impedida pelo autor, que tomou o telefone, o arremessou no chão e começou as agressões físicas.

A vítima tentou fugir e se esconder dentro de casa, mas Veronil pegou uma faca e perseguiu a companheira. Aldennir foi jogada contra a parede e esfaqueada 24 vezes pelo companheiro. A mãe dela, de 57 anos, tentou impedir as agressões e também foi ferida.

Após esfaquear a sogra, o homem foi até o corpo da companheira, já sem vida e cortou os dois pulsos dela. A mãe da vítima, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros com um ferimento na axila, atendida no hospital da cidade e liberada no mesmo dia. Além dela, o filho de Aldennir, de 15 anos, também presenciou o crime.

Testemunhas ouvidas pela polícia afirmaram que o crime aconteceu porque a vítima queria a separação e o autor não aceitava.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Porto Murtinho - MS
Atualizado às 13h32 - Fonte: Climatempo
34°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 35°

34° Sensação
24.2 km/h Vento
32.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (14/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 27°

Sol com muitas nuvens
Quarta (15/07)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens