Terça, 04 de Agosto de 2020 18:30
(67) 996972768
Brasil VACINA COVID-19

Voluntários brasileiros recebem as primeiras doses da CoronaVac

Vacina desenvolvida na China tornou 90% das pessoas testadas imunes à covid-19

20/07/2020 06h45
230
Por: Redacao Fonte: Gilson Garrett Jr
VACINA: a meta é fazer a imunização pelo Sistema Único de Saúde no começo de 2021 (Dado Ruvic/Reuters)
VACINA: a meta é fazer a imunização pelo Sistema Único de Saúde no começo de 2021 (Dado Ruvic/Reuters)

A semana começa com uma boa notícia no combate à covid-19. A partir desta segunda-feira, 20, voluntários de seis estados vão receber as doses da vacina do laboratório chinês Sinovac, chamada CoronaVac. A aplicação faz parte dos testes de comprovação da eficácia do produto e é liderada no Brasil pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

Ao todo, 9.000 pessoas vão participar da testagem em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. O Instituto Butantan não divulgou quantas pessoas fazem parte desta primeira fase do ensaio clínico.

A seleção dos voluntários ainda está sendo feita pelos pesquisadores. Podem participar profissionais de saúde que trabalham diretamente no atendimento a pessoas com covid-19. Este critério é muito importante porque os participantes precisam estar expostos aos vírus.

A vacina é uma das mais promissoras do mundo. Atualmente está na chamada fase 3 em que um grande número de pessoas participa do estudo para validar se ela é eficaz. Para isso, metade dos voluntários recebe a vacina e a outra um placebo. Após um mês, os cientistas analisam como cada grupo reagiu.

Nas etapas anteriores, cerca de 1.000 voluntários na China receberam doses da vacina e os resultados mostraram que 90% das pessoas ficaram imunes ao SARS-CoV-2 em 14 dias. Além disso, não apresentaram efeitos colaterais significativos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.