Terça, 11 de Agosto de 2020 03:04
(67) 996972768
Porto Murtinho PORTO MURTINHO

Parlamentares do Mercosul discutirão corredores bioceânicos

Encontro virtual será entre os dias 15 e 20 de agosto

29/07/2020 11h53
193
Por: Redacao Fonte: Fábio Oruê
Nelson Trad Filho buscou que houvesse a discussão sobre a Rota Bioceânica - Foto: Agência Senado
Nelson Trad Filho buscou que houvesse a discussão sobre a Rota Bioceânica - Foto: Agência Senado

Em reunião virtual na segunda-feira (27), a Mesa Diretora do Parlamento do Mercosul (Parlasul) debateu a realização de seminários e outros temas, como a atual situação política da Bolívia, que deve realizar eleição presidencial em outubro de 2020. 

Representando o Brasil, participaram da reunião o senador Nelson Trad Filho (PSD/MS) e os deputados federais Celso Russomanno (Republicanos/SP) e Arlindo Chinaglia (PT/SP). Trad é o atual presidente da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul.

O senador por MS informou que, durante a reunião, ele defendeu que o Parlasul promova um seminário sobre corredores bioceânicos na América do Sul, em especial a chamada Rota Bioceânica. Segundo ele, a proposta foi aceita e o encontro virtual será entre os dias 15 e 20 de agosto.

Para Trad, que também é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado, a rota vai reduzir o valor do transporte de mercadorias brasileiras ao mercado asiático. 

“Essa nova alternativa vai gerar oportunidades econômicas para Mato Grosso do Sul. Os produtos chilenos, argentinos e paraguaios passarão a ingressar no Brasil por Porto Murtinho, Corumbá e Ponta Porã. Os produtos da região chegarão aos mercados mais distantes a preços mais competitivos”, explicou. 

A Rota Bioceânica é um projeto que pretende interligar os oceanos Atlântico e Pacífico, cruzando Brasil, Argentina, Paraguai e Chile. Oficialmente chamada de Rota de Integração Latino Americana (Rila), a Rota Bioceânica é um corredor rodoviário com previsão de ter quase 2.500 quilômetros. O projeto começou no ano 2000.

A Mesa Diretora do Parlasul também aprovou outro seminário, também em agosto, sobre o impacto das mudanças climáticas nos setores produtivos. Também participaram da reunião virtual representantes da Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Venezuela.

A próxima reunião da Mesa Diretora do Parlasul foi agendada para 31 de agosto. O Parlasul tem como atual presidente o argentino Oscar Laborde.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.