Domingo, 29 de Novembro de 2020 12:38
(67) 98171-9389
Polícia POLÍCIA

Mais um: pistoleiro revela encomenda de execução e pede R$ 6 mil para não matar

Autor disse que se não depositasse, vítima ‘não iria escapar’

07/08/2020 08h24 Atualizada há 4 meses
724
Por: Redacao Fonte: Thatiana Melo
Ilustrativa
Ilustrativa

Um homem de 35 anos procurou a delegacia de Iguatemi, nesta quinta-feira (6) depois de receber ameaças de morte pelo WhatsApp de um suposto pistoleiro que pedia dinheiro para não matar ele.

Segundo a vítima, ele passou a receber as ameaças no dia na última quarta-feira (5) as 11h47 da manhã e só cessaram as 14 horas depois da vítima bloquear o número que era de origem paraguaia. As mensagens chegaram via WhatsApp para o homem.

Nelas, o suposto pistoleiro dizia que havia sido contratado para matar a vítima, mas que se ele fizesse um depósito de R$ 6 mil não faria o trabalho, mas caso não realizasse o depósito o homem ‘não iria escapar’.


Na terça-feira
 (4), um gerente de uma fazenda de Porto Murtinho procurou a delegacia depois de recebera ameaças parecidas. Ele contou que na terça (4) por volta das 14 horas começou a receber mensagens de um número paraguaio, mas os áudios enviados tinham sotaque de um homem brasileiro, que teria dito que havia sido contratado pelo dono de uma fazenda para assassinar a vítima de 38 anos.

Mas, segundo as mensagens teria acontecido um desacerto comercial entre o pistoleiro e o fazendeiro e que ele já havia perdido R$ 20 mil, mas para não colocar em prática o crime e informar quem seria o mandante era para o gerente fazer um depósito, no valor de R$ 6 mil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.