Terça, 29 de Setembro de 2020 09:47
(67) 996972768
Internacional ÍNDIA

Índia ultrapassa Brasil e se torna 2° em n° de casos

Mais de 4,2 milhões de pessoas foram infectadas pela doença no país. No domingo (6), Índia teve maior número de casos confirmados em um dia em todo o mundo.

07/09/2020 07h30 Atualizada há 3 semanas
142
Por: Redacao Fonte: EL Pais
Profissionais da saúde cuidam de pacientes com Covid-19 em hospital de Nova Delhi, na Índia, em 5 de setembro — Foto: Danish Siddiqui/Reuters
Profissionais da saúde cuidam de pacientes com Covid-19 em hospital de Nova Delhi, na Índia, em 5 de setembro — Foto: Danish Siddiqui/Reuters

Índia ultrapassou o Brasil e se tornou nesta segunda-feira (7) o segundo país do mundo com mais casos de Covid-19, de acordo com dados do Ministério da Saúde indiano.

O país chegou a 4,2 milhões de infecções pelo novo coronavírus, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, que têm mais de 6,4 milhões de casos confirmados.

O Brasil tem 4,13 milhões de infectados, mas é um dos países que menos testam no mundo, o que contribui para que o número de casos notificados seja menor do que os que existem de fato. Além disso, a população da Índia é cerca de 6 vezes maior que a do Brasil: são 1,3 bilhão de habitantes, contra 210 milhões no Brasil.

No domingo (6), a Índia bateu o recorde diário global de novos casos de Covid-19, com mais de 90 mil notificações de infecções pelo coronavírus. No mesmo dia, o Brasil teve 16,4 mil casos confirmados.

Mortes e subnotificação

A Índia tem 71,6 mil mortes pela doença, segundo monitoramento da universidade americana Johns Hopkins. É o terceiro maior número do mundo, atrás de Estados Unidos (188,9 mil mortes) e Brasil (126,6 mil).

Mas especialistas alertam que o país asiático também tem subnotificação de mortes. O epidemiologista Giridhara R. Babu, da Fundação de Saúde Pública da Índia, disse em entrevista à revista científica "The Lancet", no sábado (5), que nas áreas rurais do país, onde vive a maior parte da população indiana, a maioria das mortes ocorre fora dos hospitais, o que pode atrasar a notificação.

“Dentre as mortes registradas pelo sistema de registro civil, apenas 22% são certificadas nacionalmente pelo médico com a causa da morte", afirmou.

Em julho, a Índia teve 18.854 mortes pelo novo coronavírus, segundo dados reportados à Organização Mundial de Saúde (OMS). No Brasil o número foi o mais alto desde o início da pandemia: 32.912 pessoas perderam a vida para a Covid-19.

Segunda onda

A Índia conseguiu conter, em um primeiro momento, a expansão do novo coronavírus com um rígido confinamento, que durou 70 dias. Desde julho, cerca de um mês depois do início da reabertura, o país vem registrando uma aceleração no número de casos de Covid-19. Em 17 de julho, o país ultrapassou a marca de 1 milhão de infecções.

Especialistas dizem que a pandemia vive uma segunda onda em algumas partes do país, que é o segundo mais populoso do mundo, com 1,3 bilhão de habitantes. O número de casos aumentou, porque mais exames estão sendo feitos e houve uma liberação parcial das locomoções da população.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.