Quinta, 29 de Outubro de 2020 12:32
(67) 996972768
Porto Murtinho PORTO MURTINHO

Irregularidade insanável: TCE-MS divulga lista de políticos com contas rejeitadas

Ex-prefeitos e ex-vereadores que tentam voltar ao poder estão nas listas

24/09/2020 11h11 Atualizada há 1 mês
2.702
Por: Redacao Fonte: Adriel Mattos
Tribunal de Contas do Estado. (TCE/Divulgação)
Tribunal de Contas do Estado. (TCE/Divulgação)

O TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) divulgou duas listas de políticos que têm pendências na corte e podem atrapalhar planos para as eleições municipais deste ano. O comunicado foi publicado na edição desta quinta-feira (24) do Diário Oficial do órgão.

Entre os nomes, estão vários ex-prefeitos e ex-vereadores alguns que tentam novos mandatos e outros que não se candidataram em 2020. Um deles é o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP).

Constam ainda com contas julgadas irregulares vários ex-prefeitos que disputam novamente o cargo, como Alexandro Garcia (PSDB), de Aral Moreira; Daltro Fiúza (MDB), de Sidrolândia; Erney Cunha (PSD), de Jardim; Nelson Cintra (PSDB); de Porto Murtinho; e Wlademir Volk, o Japão (MDB); de Dois Irmãos do Buriti. O prefeito de Coronel Sapucaia, Rudi Paetzold (MDB), que disputa a reeleição, também está na lista.

Outros que tentam retornar ao Executivo Municipal que tiveram suas contas pareceres prévios contrários são José Antônio Assad e Faria (PSDB), de Ladário; e Jun Iti Hada (MDB), de Bodoquena. Sandra Cassone (MDB), que foi prefeita de Itaquiraí e agora concorre a vice, também está na lista.

Entre os candidatos a vereador, está Luiza Ribeiro (PT), que tenta voltar à Câmara Municipal de Campo Grande. Também aparecem na lista, mas estão fora da disputa, a ex-vereadora Thaís Helena e o ex-prefeito Gilmar Olarte. 

As duas listas estão disponíveis no Diário Oficial do TCE-MS (clique aqui para acessar, a partir da página 2).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.