Sexta, 04 de Dezembro de 2020 09:31
(67) 98171-9389
Dólar comercial R$ 5,17 0.615%
Euro R$ 6,29 +0.74%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.16%
Bitcoin R$ 104.046,1 -2.231%
Bovespa 112.454,12 pontos +0.14%
Porto Murtinho PORTO MURTINHO

Porto Murtinho entrou no grau extremo de proliferação do coronavírus

Com a bandeira cinza, a orientação é manter abertas apenas as atividades essenciais, com fechamento completo de outros setores, além de instalação de barreiras sanitárias nos acessos.

05/11/2020 11h28 Atualizada há 4 semanas
2.676
Por: Redacao Fonte: Ângela Kempfer
Reprodução Internet
Reprodução Internet

Mato Grosso do Sul voltou a ter 1 município com bandeira cinza, de alerta de risco extremo de proliferação do coronavírus. Porto Murtinho entrou no mapa do Programa Prosseguir com a pior classificação na analise do avanço da doença.

A Secretaria Estadual de Saúde não explicou quais critérios específicos colocaram Porto Murtinho nessa condição. Aparentemente, os dados oficiais mostram números baixos.

São 272 contaminados desde o início da pandemia e 9 mortos pela covid no município.

Com a bandeira cinza, a orientação é manter abertas apenas as atividades essenciais, com fechamento completo de outros setores, além de instalação de barreiras sanitárias nos acessos.

Outras 11 cidades do Estado receberam classificação vermelha, de grau alto. A maior parte de Mato Grosso do Sul é classificada com a cor laranja, incluindo a Capital. Eram 20 na última avaliação. Agora são 43 municípios com a bandeira de "grau médio".

Apesar dos números gerais em queda, ainda não há nenhum município em grau baixo de risco contaminação.  A melhor classificação conquistada em Mato Grosso do Sul por enquanto é na cor amarela, que indica grau tolerável.

Bom sinal - Os números atualizados da covid-19 nesta quinta-feira seguem apontando queda nos registros. A média móvel de novos caso está em 310 testes positivos ao dia no Estado e 6,9 mortes a cada 24 horas.

Hoje, outros 7 falecimentos foram registrados, além de 177 infectados desde ontem. O secretário Geraldo Rezende considera "bom sinal" a realidade nas UTIs. Os números de ocupação são menores de 70% e a maioria internada é de pacientes por outros motivos, não por covid.

O ritmo de contágio também segue sob controle nos últimos 6 dias: 0.93.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.