Terça, 24 de Novembro de 2020 05:08
(67) 98171-9389
Dólar comercial R$ 5,43 0.88%
Euro R$ 6,43 +0.77%
Peso Argentino R$ 0,07 +0.68%
Bitcoin R$ 106.846,7 +0.765%
Bovespa 107.378,92 pontos +1.26%
Porto Murtinho PORTO MURTINHO

Decepcionado com eleitores, candidato avisa que não mais fará trabalhos escolares de graça

Escritor e professor murtinhense diz ter ajudado muita gente sem cobrar e esperava melhor votação das urnas

17/11/2020 06h49 Atualizada há 4 dias
1.544
Por: Redacao Fonte: MS noticias
Braz Leon - Reprodução Facebook
Braz Leon - Reprodução Facebook

Professor, escritor, pesquisador, poeta e compositor, Braz León é uma das figuras de realce no ambiente social de Porto Murtinho, na fronteira com o Paraguai. Apaixonado pela política, é ativo militante e está presente em todas as eleições. Este ano, assim como em outras disputas, não foi diferente. Candidatou-se a vereador pelo DEM.

O resultado das urnas não agradou. Ao contrário: foi decepcionante. León esperava ao menos uma retribuição compatível com os socorros que presta habitualmente, e sem nada cobrar, a quem necessita de seus conhecimentos, como é o caso dos estudantes que precisam fazer trabalhos escolares mais complexos.

O saldo das eleições só não foi pior porque o candidato a prefeito de sua coligação, Nelson Cintra (PSDB), venceu a disputa. Contudo, Braz León ficou bem longe de alcançar uma cadeira na Câmara de Vereadores. Poucas horas depois de encerrada a contagem oficial da votação, o professor e escritor redigiu e publicou nas redes sociais seu desabafo. Primeiro agradeceu os que votaram em seu nome. E de resto descarregou sua indignação, dirigida sobretudo a quem supõe ter deixado de votar nele para apoiar outros candidatos em troca de vantagem ilícita, especialmente a financeira.

León lembra que há mais de 17 anos faz pesquisas na região e ajuda gratuitamente as pessoas que o procuram para tarefas escolares, como os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) dos universitários. Cita que escreveu vários livros, quatro deles sobre Porto Murtinho. E dá o seu recado àqueles que venderam o voto, dizendo estar triste "pelas centenas que prometeram me apoiar e que por algum motivo optaram pelo toma lá dá cá".  No final, León comunica que vai dar o troco, da mesma forma: "Afinal, se vc pode, eu também vou aderir  à moda  do toma lá, dá cá".

Eis o texto do ex-candidato a vereador Braz León: "Agradeço de coração os votos depositados em mim e no 45 e triste pelas centenas que prometeram me apoiar e que por algum motivo optaram pelo toma lá dá cá.  Por mais de 27 anos que pesquiso e ajudo centenas de pessoas, principalmente universitários, com trabalhos de TCC, documentários  etc. Sem nunca cobrar nada.  Só sobre Porto Murtinho são 04 livros, publicados  com recurso próprio, sem nunca ter pego um centavo do dinheiro publico.    

Seria justo as pessoas reconhecerem esses trabalhos, até para me incentivar a continuar ajudando a população, principalmente aqueles que se beneficiaram do meu trabalho. Mas a ingratidão falou mais alto. Portanto, a partir de agora, precisou do meu trabalho, da minha entrevista, do conhecimento que adquiri sobre a nossa historiografia  vai precisar pagar o preço justo. Afinal, se vc pode, eu tambem vou aderir  a moda  do toma lá, dá cá. Porto Murtinho, eu te amo de paixão".

BOTE

Antes da decepção com as urnas, o professor viveu outra experiência impactante. No sábado, 14, véspera das eleições, estava em um sítio na zona rural quando uma sucuri de cerca de dois metros entrou na propriedade. Para retirá-la, León apanhou uma ferramenta e com todo cuidado para não ferir o réptil fez algumas tentativas para retirá-lo. Numa dessas tentativas a serpente, que não é venenosa, o atacou, mordendo seu polegar direito. Não houve qualquer consequência mais grave, além de um ferimento superficial que sangrou um pouco (confira no link o vídeo feito por um morador do sítio).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.