Sábado, 16 de Janeiro de 2021 13:19
(67) 981719389
Brasil AUXÍLIO EMERGENCIAL

Auxílio emergencial é confirmado com valor médio de R$ 688; veja como e quem recebe

A proporção de domicílios que recebeu algum auxílio relacionado à pandemia diminuiu de 43,6% em setembro para 42,2% em outubro

03/12/2020 11h30
250
Por: Redacao Fonte: Ester Farias / Notícias Concursos
Porto Murtinho Notícias
Porto Murtinho Notícias

Em outubro, o auxílio emergencial alcançou menos domicílios. Acontece que o pagamento do benefício chegou a 29 milhões de domicílios em outubro, ante 29,9 milhões em setembro, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Covid (Pnad Covid-19) mensal, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em setembro, o valor médio havia sido de R$902. No entanto, em outubro, o valor médio do benefício assistencial foi de R$688. A proporção de domicílios que recebeu algum auxílio relacionado à pandemia diminuiu de 43,6% em setembro para 42,2% em outubro.

Em agosto, o auxílio emergencial saiu de R$600 para R$300 (valor pago já no mês de setembro). Na pesquisa, os auxílios pesquisados incluem tanto o auxílio emergencial, como, também, a complementação do governo pelo Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda. Isso explica, assim, a incidência de recebimento de benefício entre domicílios com renda mais elevada.

Veja quantas parcelas você receberá na prorrogação do auxílio

As parcelas extras do auxílio emergencial no valor de R$ 300 são válidas apenas para os beneficiários que já estão recebendo o benefício de R$ 600. No entanto, o número de parcelas depende de quando o trabalhador, que não faz parte do Bolsa Família, começou a receber o benefício no valor inicial.

As novas parcelas no valor R$ 300 começam a ser pagas somente após a conclusão das cinco parcelas iniciais de R$ 600. Novas inscrições não serão feitas, portanto, apenas quem foi aprovado para as parcelas de R$ 600 poderá receber as parcelas extras.

A quantidade total de parcelas que o cidadão terá direito vai depender de quando ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

Quem recebeu a 1ª parcela em abril: 9 parcelas

Quem recebeu a 1ª parcela em maio: 8 parcelas

Quem recebeu a 1ª parcela em junho: 7 parcelas

Quem recebeu a 1ª parcela em julho: 6 parcelas

Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em agosto: vai receber 4 parcelas de R$ 300 nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro;

Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em setembro: vai receber 3 parcelas de R$ 300 nos meses de outubro, novembro e dezembro;

Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em outubro: vai receber 2 parcelas de R$ 300 nos meses de novembro e dezembro;

Quem recebeu a última parcela de R$600 em novembro: vai receber apenas 1 parcela de R$ 300, em dezembro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.