Terça, 09 de Março de 2021 02:54
(67) 981719389
Celebridades & Tecnologia FAMOSOS

Após internação por Covid, Hang deixa hospital

Empresário de 58 anos de idade, que defende "tratamento precoce contra a Covid-19", agradeceu o apoio nos dias difíceis: "A vida é uma só"

21/01/2021 06h55
172
Por: Redacao Fonte: DO HOME OFFICE
Luciano Hang (Foto: Reprodução / Instagram)O empresário Luciano Hang, de 58 anos de idade, publicou foto em seu Instagram em que aparece na porta do Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, para anunciar sua alta hospitalar. Ele foi internado na última ter
Luciano Hang (Foto: Reprodução / Instagram)O empresário Luciano Hang, de 58 anos de idade, publicou foto em seu Instagram em que aparece na porta do Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, para anunciar sua alta hospitalar. Ele foi internado na última ter

O empresário Luciano Hang, de 58 anos de idade, publicou foto em seu Instagram em que aparece na porta do Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, para anunciar sua alta hospitalar. Ele foi internado na última terça-feira (19) com Covid-19.

"Acabei de receber alta, graças a Deus. Parabenizo e agradeço toda equipe da @preventsenior que atendeu a mim, minha mãe e esposa com excelência. Fiz uma live mais cedo onde compartilhei a minha experiência com COVID. A vida é uma só e temos que lutar com todas as forças para preserva-la. Prefiro pecar pelo excesso do que errar sem ao menos tentar. Hoje o sentimento é de gratidão. Obrigado a todos pelas mensagens de carinho. Vocês me emocionam! Minha mãe segue internada e melhorando a cada dia, rezem por ela. Fiquem bem e se cuidem. Um grande abraço!", disse ele na legenda.

A mãe do empresário, Regina Modesti Hang, de 82 anos de idade, também foi internada na ocasião em estado mais grave na Unidade de Tratamento Intensivo e segue hospitalizada.

O empresário ficou mais conhecido nos últimos anos por ser um defensor ferrenho do governo Bolsonaro e da extrema direita. Recentemente, ele propagou em suas redes sociais uma cartilha em que defende o tratamento precoce contra a Covid-19, que inclui o uso de ivermectina, hidroxicloroquina e azitromicina. Tal tratamento não tem comprovação científica.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.